Beach Rugby nas Olimpíadas?

Beach Rugby nas Olimpíadas?

Calma! Você não leu errado. A modalidade olímpica continua sendo o Rugby Sevens. Infelizmente, não foi isso que muitos dos espectadores presentes no evento desse final de semana, lá na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, entenderam.

A Cidade Maravilhosa foi palco do Desafio BRA, organizado pela CBRu, juntamente do patrocinador Bradesco, que também é o principal patrocinador dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Muito sol e muito rugby foi o que todos que passaram pelo Posto 10, em Ipanema, conseguiram ver. Estrutura muito bem organizada e jogos de alto nível para a modalidade, já que, inclusive, teve a participação da Argentina e Itália para o torneio internacional, intercalado com os jogos dos clubes locais.

Com ativação da Red Bull, a bola do torneio chegou de Para-pente, pelo atleta patrocinado da marca. A empresa ativou também, distribuindo Red Bull para a torcida, área vip e imprensa. Além de todos os kits que o Bradesco também estava dando. Para completar o evento, a equipe do Rugby Animal estava presente com o famoso circuito para as crianças que querem começar com o rugby.

A nossa seleção feminina saiu campeã do torneio, ganhando em cima da Argentina e, a nossa seleção masculina, ficou em terceiro lugar, atrás da Itália e da Argentina, que foi a campeã do torneio. Estava tudo indo muito bem, até que algumas declarações do público e de quem por lá passava começaram a me preocupar. “Que legal que vai ter Beach Rugby nas Olímpiadas, é um esporte diferente.” Mais do que depressa, corri até essa pessoa e expliquei que não era bem assim. Preocupante mesmo foi quando percebi que mais pessoas também estavam achando a mesma coisa, inclusive o narrador que estava divulgando isso no meio do torneio.

Acho importante explicar o porquê dessa confusão, muito embora também não tenha entendido o real motivo do evento. Foi para promover o rugby, o rugby sevens, as olimpíadas ou somente um evento de marketing?

Qualquer que tenha sido o real motivo, ele se tornou dúbio a partir do momento que foi misturado na coletiva o assunto do evento com as Olimpíadas. Explica um, explica o outro, mas não diga que um foi feito para promover o outro. O Rio de Janeiro e o Brasil precisam sim saber o que é o rugby, mas precisam, principalmente, saber que o Beach Rugby não é a principal modalidade  muito menos a que estará nas Olimpíadas.  Para o público e até para a imprensa que estava lá, também confusa, não seria estranho ter essa modalidade nos Jogos Olímpicos, já que existem outros esportes que têm, como por exemplo o vôlei de praia, porém não é o nosso caso e deve-se tomar muito cuidado.

O falado na coletiva era que, em meio aos planos da CBRu, um deles seria tornar o Brasil uma potência de Beach Rugby. Fica agora a critério de cada um saber se isso é mesmo o correto a ser feito com pouquíssimo tempo antes das Olimpíadas e com o rugby sevens brasileiro ainda passando por estruturações. Será que vale a pena misturar nisso também?

O evento foi bem organizado e televisionado, parabéns a todos os envolvidos. A dica para o próximo é que deixem as pessoas informadas do que realmente se trata. Expliquem ao público as diferenças. Estamos em tempo ainda de apresentar o esporte que jogaremos nas Olimpíadas e de apresentarmos os atletas. Estamos em tempo de educar o público do correto e não confundí-los.

De qualquer forma, não tiremos o mérito dos nossos guerreiros que representaram o Brasil e lutaram bravamente em campo, ou melhor, na areia. Quem veste a camisa, veste em qualquer hora e qualquer lugar.

 

Escrito por Amanda Abed

 

 

Share this:

Leave a Reply

Imagem CAPTCHA

*