Brasil fica em oitavo no Super Desafio BRA de Rugby Sevens; Austrália é campeã

Brasil fica em oitavo no Super Desafio BRA de Rugby Sevens; Austrália é campeã

Tupis tiveram duro teste ao enfrentar as melhores equipes do mundo na modalidade olímpica e igualaram melhor marca em etapas da Série Mundial

 

Barueri (SP), 21 de fevereiro de 2016 – A Seleção Brasileira de Rugby Sevens Feminino terminou em oitavo lugar no Super Desafio BRA de Rugby Sevens, competição que vale como a segunda etapa fixa da Série Mundial da modalidade. Disputada na Arena Barueri neste fim de semana, dias 20 e 21, o torneio terminou com a Austrália campeã.

“Foi um grande teste para nosso time. Jogamos diante das melhores do mundo e mostramos que estamos evoluindo. Tivemos uma importante vitória contra o Japão, no primeiro dia, que nos colocou entre as oito primeiras colocadas. Agora precisamos trabalhar forte para aprimorar tudo o que precisamos, até os Jogos Olímpicos”, afirma Baby Futuro, uma das mais experientes da Seleção.

Os jogos

Após um primeiro dia com duas derrotas e uma vitória, o Brasil iniciou o segundo dia jogando as quartas de final contra a favorita Nova Zelândia. Apesar do esforço das Tupis, as neozelandesas venceram o jogo por 41 a 0.

O resultado colocou o Brasil na disputa da taça prata, onde as Tupis reencontraram a França. Assim como no primeiro dia, as francesas impuseram seu jogo e venceram as brasileiras, desta vez por 24 a 7. Na disputa pelo sétimo lugar, nossas meninas reencontraram a Inglaterra, em jogo que terminou também com o placar em 24 a 7.

Quem fez bonito no segundo dia de jogos foi a Austrália, que derrotou Fiji (10 a 0), Estados Unidos (34 a 0) e Canadá (29 a 0), na grande final, para se tornar bicampeã do Super Desafio BRA de Rugby Sevens, a etapa brasileira do Circuito Mundial – o primeiro título em solo brasileiro foi conquistado em 2014.

Com o resultado, o Brasil subiu para o 9º lugar na classificação geral da Série Mundial de Sevens. As tupis voltam a campo no torneio nos dias 8 e 9 de abril, com a disputa da terceira etapa, em Atlanta (EUA).

 

Classificação final do Super Desafio BRA de Rugby Sevens

1º – Austrália (20), 2º – Canadá (18), 3º – Nova Zelândia (16), 4º – Estados Unidos (14), 5º – França (12), 6º – Fiji (10), 7º – Inglaterra (8), 8º – Brasil (6), 9º – Rússia (4), 10º – Japão (3), 11º – Espanha (2), 12º – Irlanda (1).

 

Classificação geral da Série Mundial de Sevens: 1-Austrália (40), 2-Nova Zelândia/Canadá (28), 4-França (26), 5-Inglaterra (24), 6-Rússia (22), 7-Fiji (18), 8-Estados Unidos (16), 9-Brasil (9), 10-Espanha (8), 11-Japão (7), 12-Irlanda (2).

 

Resultados do Super Desafio BRA de Rugby Sevens

Austrália 29 x 0 Canadá (Austrália campeã)

Estados Unidos 0 x 28 Nova Zelândia (3º lugar)

Fiji 5 x 17 França (Taça prata)

Inglaterra 24 x 7 Brasil

Japão 12 x 38 Rússia (Taça bronze)

Espanha 19 x 0 Irlanda

Nova Zelândia 10 x 19 Canadá

Austrália 34 x 0 Estados Unidos

Brasil 7 x 24 França

Fiji 26 x 12 Inglaterra

Irlanda 0 x 15 Rússia

Espanha 7 x 17 Japão

Estados Unidos 22 x 12 Inglaterra

França 0 x 19 Canadá

Nova Zelândia 41 x 0 Brasil

Austrália 10 x 0 Fiji

Resultados do primeiro dia do Super Desafio BRA de Rugby Sevens

Inglaterra 38 x 5 Japão

França 29 x 10 Brasil

Austrália 26 x 17 Fiji

Canadá 26 x 7 Irlanda

Rússia 12 x 19 Espanha

Nova Zelândia 35 x 5 Estados Unidos

Inglaterra 24 x 12 Brasil

França 36 x 7 Japão

Austrália 19 x 5 Irlanda

Canadá 24 x 7 Fiji

Rússia 10 x 19 Estados Unidos

Nova Zelândia 46 x 0 Espanha

Inglaterra 12 x 17 França

Japão 5 x 27 Brasil

Austrália 29 x 14 Canadá

Fiji 15 x 7 Irlanda

Rússia 10 x 40 Nova Zelândia

Espanha 0 x 33 Estados Unidos

 

Brasil: Paula Ishibashi “Paulinha” – SPAC, Edna Santini – São José, Julia Sardá – Desterro, Juliana Esteves “Juka” – Band Saracens, Mariana Ramalho “Mari” – SPAC, Luiza Campos – Charrua, Beatriz Futuro “Baby” – Niterói, Maíra Behrendt – SPAC, Raquel Kochhann – Charrua, Haline Scatrut – Curitiba, Amanda Araújo – Niterói, Bianca Santos – São José.

 

Imagem: João Neto/Fotojump (mais imagens em www.fotojump.com.br)

 

Sobre a Confederação Brasileira de Rugby:

A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) tem o apoio do Comitê Olímpico doBrasil e do Ministério do Esporte, conta com o patrocínio máster do Bradesco e, como patrocinadores principais, Topper, Heineken, CCR, JAC Motors, Rumo ALL e Unilever, através das marcas Dove Man Care e Kibon. Conta ainda com Alupar, Cultura Inglesa, Brookfield Incorporações e BR Properties como patrocinadores oficiais. Também são fornecedores e apoiadores do rugby brasileiro Integralmédica, Cremer, Travel Ace, Fortify, Deloitte e JExperts.

O rugby é o segundo esporte coletivo mais praticado no mundo, com quase 7 milhões de jogadores registrados e presente em mais de 170 países. No Brasil, são mais de 3,2 milhões fãs de acordo com o Ibope Repucom, mais de 300 agremiações esportivas e 60 mil atletas e praticantes, números que, somados à volta da modalidade ao programa olímpico nos Jogos do Rio 2016, fizeram a World Rugby (a federação internacional de Rugby) eleger o Brasil como prioridade estratégica de investimento.

Mais informações: In Press Media Guide

Luís Gustavo Garcia (luis.garcia@mginpress.com.br) – Tel. (11) 3330-3848

Kaique Ferreira (kaique.ferreira@inpresspni.com.br) – Tel. (11) 3330-3849 / (11) 9-7652-6096

Luís Gustavo Garcia In Press Media Guide Tel.: 55 11 3330-3848 luis.garcia@mginpress.com.br www.inpressmediaguide.com.br Siga o nosso Twitter: @mguidecom

2 anexos

Share this:

Leave a Reply

Imagem CAPTCHA

*